O Fórum "Música, Cultura e Empreendedorismo" que vai gerar discussões e trocas de conhecimentos sobre as mais variadas áreas da música e seus agentes

Processo de Formação, com vagas limitadas a 30 jovens artistas e movimentadores da cena cultural e musical através de 8 encontros online onde cada participante selecionado recebe R$ 1800,00 (um mil e oitocentos reais) para investir em sua carreira




Um Web Show que em sua programação, trará nomes já conhecidos e que será o palco de alguns dos jovens talentos que o programa irá revelar.

E não para por aí

De quebra, todos(as) os(as) inscritos(as) no Programa "No Corre" terão acesso exclusivo aos cursos profissionalizantes e online disponibilizados gratuitamente pela Labora, para fazer a conexão entre novos conhecimentos e o desenvolvimento de sua jornada na música e na cultura dentro das suas possibilidades. Inscreva-se e inicie sua jornada de desenvolvimento pela Certificação Partiu #Trampo!

Quem pode participar do "No Corre"?

  • Jovens de 18 a 29 anos de idade,
  • Musicistas,
  • MC's,
  • Produtores,
  • Artistas em geral, desde que se relacione com a música
  • Morador(a) de Periferia

Leia o Regulamento AQUI

Critérios para Seleção

Tem que ser morador de favela/periferia/quilombo/aldeia/mocambo/comunidades

Tem que ter paixão e propósito com a arte que produz

Ter algum trabalho já produzido e divulgado nas plataformas digitais

E ter disponibilidade para participar em tempo real dos encontros online

Como acontece!?

Faça sua inscrição no link abaixo

e conecte-se à jornada

"No Corre".

Você receberá todas as novidades do programa, sobre cada uma das etapas, sempre por e-mail ou WhatsApp.

E você também pode conferir tudo pelas nossas redes sociais:

@abancajovem

facebook.com/abancajovem

Cronograma

Fórum "Música, Cultura e Empreendedorismo":

07/10 das 18h às 20h30


Encontros online de formação:

Dias 17, 18, 24, 25, 26/11 e 01, 2 e 3/12


Web Show:

09/12




É um artista paulistano, nascido e criado no bairro periférico da Pedreira, zona sul da cidade de São Paulo. Com apenas 21 anos de idade, carrega em seus versos o contraste entre a suavidade do timbre de sua voz cantada e a força contestadora de suas rimas.

Diel Kfzo e Decoff são rappers e produtores musicais do Jardim Ângela, Zona Sul de São Paulo, ambos artistas do coletivo Nova Guarda Rec. Após transformar suas casas em estúdio nesse período de pandemia , os artistas apresentam agora o resultado dessa “colab”, o show do EP intitulado “Meu Estúdio é Minha Casa”. Nessa colaboração, Diel Kfzo ficou responsável pelas letras, melodias e arranjos e Decoff assinou a criação de baterias, bassline, mix e master das faixas, tudo feito em casa, prezando pela qualidade. O show promete também prévias de músicas inéditas para aguçar a curiosidade sobre o que está por vir em 2022.

Uma das grandes revelações do Rap dos últimos anos, Onnika despertou atenção da cena desde seu primeiro single, “Ayo Bih” em 2019. A faixa foi sucesso já com a prévia nas redes sociais e posteriormente nas plataformas de streaming. De lá pra cá, a rapper de Diadema-SP, enfileirou elogios de público e crítica em singles como “No Laudo” e “Codein”.

O talento da artista não ficou resumido a seus projetos solo e ela brilhou em diversas participações com grandes nomes da cena. Tasha e Tracie, Mu540, Veigh, Febem, Ebony, Celo, Duquesa e Budah são alguns dos vários nomes com quem ela colaborou.

Fora da música, a rapper que conta com forte identificação do público feminino, já trabalhou com marcas como Rider, New Balance, Arezzo e Corinthians.

Apesar de nova e da curta carreira, Onnika se consolida cada vez mais como uma das grandes mulheres da cena do Rap no Brasil. 

Criado nas comunidades de Itapevi, Zona Oeste de São Paulo, Thiago Veigh é uma das novas e mais promissoras vozes da cena brasileira de Trap/RnB.

Em suas principais produções recentes, destacam as participações com Yunk Vino, Leozin, Mc Igu, Tasha e Tracie e Kyan, além dos especiais “Resumo” e “Profissão de Risco” pelo selo Supernova Ent. além dos sucessos autorais “Bandana” e “Foto do Corte”, apresenta sempre muita versatilidade em suas composições que já somam mais de 15 milhões de plays. 

Rapper e compositora da Zona Sul de São Paulo. Atualmente com 24 anos, é artista presente na cultura Hip Hop desde os 18, quando descobriu sua facilidade em compor letras relatando suas vivências e de amigos. Suas músicas falam sobre liberdade e construção da auto estima do gueto. Integrante do coletivo Bradrill, vem ganhando espaço cada vez mais na cena e fazendo seu nome no Drill, subgênero do Rap.

É uma cantora da Zona Leste de São Paulo, que vem se consagrando no cenário hip-hop também como Rapper. Ganhando destaque nas batalhas de rua da cidade, seu propósito vai muito além do que representatividade para as minas, a artista também fala da ambição para atingir os objetivos com garra, como um Falcão!



Nascido e criado no Jardim Ângela, Zona Sul de São Paulo, Mirim é um jovem artista periférico responsável por ser uma das novas vozes do Trap e que vem fortalecendo sua carreira dentro da cena através de músicas que relatam sua vivência e trajetória. Atualmente vem trabalhando em singles e clipes e ganhando projeção no streaming.



Pedrin, também do Jd. Ângela, além de compositor, também faz os próprios beats e a produção dos seus próprios sons. Pedrin vem trabalhando firme e forte na produção de clipes, singles e marcando presença nas plataformas de streaming, sempre utilizando suas músicas para destacar suas vivências, sonhos e angústias dentro e fora da quebrada.

Quer receber novidades da A Banca?

Quem faz o "No Corre"

A produtora A Banca nasceu como um movimento juvenil no final da década de 1990 quando o Jardim Ângela era o lugar mais violento do mundo. Em 2007, passou pelo processo de aceleração da Artemisia; em 2008, estruturou-se juridicamente, tornando-se uma associação. Desde o início de suas atividades, A Banca já realizou mais de 130 eventos gratuitos em espaços públicos da cidade de São Paulo, nos quais se apresentaram 120 grupos musicais, beneficiando diretamente 45 mil pessoas. Atuou com mais de 25 escolas públicas e privadas, oferecendo intervenções educacionais através da cultura Hip Hop e da Educação Popular. Foi a pioneira em fazer conexões de impacto, em busca de romper as barreiras invisíveis culturais, sociais e econômicas com pessoas de diferentes realidades na cidade de São Paulo.

abanca.org


O Instituto Coca-Cola Brasil (ICCB) tem como motivação o desenvolvimento de comunidades de baixa renda, há mais de 20 anos. Responsável por um dos maiores programas de empregabilidade de jovens do Brasil, o ICCB assumiu o compromisso de elevar o patamar de impacto de milhares para milhões de jovens por meio da inclusão produtiva. Sua atuação se dá através de capacitação, conexão com oportunidades de emprego e empreendedorismo e fortalecimento do ecossistema de impacto social. O ICCB acredita que o único caminho para quebrar ciclos de pobreza é por meio do fomento da diversidade e inclusão.

cocacolabrasil.com.br


Contatos para informação

E-mail: contato@abanca.com

Site: abanca.org


Leia o Regulamento

2021 - Todos os direitos reservados